Buscar
  • Luiza Cozer

Dia mundial da conscientização do autismo

Em 02/04/2007 a ONU estabeleceu essa data como DIA MUNDIAL DA CONSCIENTIZAÇÃO DO AUTISMO. É uma data celebrada em quase todo o mundo e vários monumentos ficam azuis como forma de propagar a conscientização. Mas o que é o Transtorno do Espectro Autista?

O autismo é um transtorno do neurodesenvolvimento que afeta, de diferentes formas, a capacidade da pessoa de se comunicar, estabelecer relacionamentos e a responder apropriadamente ao ambiente em que vive. Ele é um transtorno que tem seu diagnóstico apenas clínico, sem necessariamente apresentar alguma má formação genética ou epigenética. A alteração causada no sujeito portador do TEA pode ser apenas ambiental.

Dentro do próprio transtorno, existem os graus de afetação, que são medidos através do tamanho do comprometimento do sujeito que se baseiam no prejuízo da capacidade de comunicação social e em padrões de comportamentos restritos e repetitivos. Claro que cada autista é diferente do outro, não existem casos iguais, mas alguns autores colocam que existem sujeitos, com o TEA, que são mais comprometidos, desde a relação com o outro até na autonomia para as atividades da vida diária, e existem aqueles que quase não apresentam dificuldades no âmbito social e privado. Sua prevalência é nos meninos, sendo 4 meninos afetados para 1 menina.

O TEA pode variar de pessoa para pessoa e por se tratar de um espectro não há um único tipo de tratamento, mas geralmente se indica o tratamento multidisciplinar, envolvendo o tratamento medicamentoso, as terapias cognitivas e o acompanhamento familiar. O objetivo do tratamento é sempre minimizar as dificuldades do autista. É bom lembrar que o TEA não tem cura, mas tem progresso, tem mudança e tem avanço. Quanto mais cedo diagnosticado e mais cedo começar as estimulações, é bem provável que diminuirá a interferência do transtorno na vida do sujeito.

Apesar de não termos todas as respostas sobre o transtorno, sabemos que o autismo não é uma sentença de morte, que por mais pesado que possa parecer, sempre há algo a ser conquistado e desenvolvido. Que cada um é diferente do outro e não devemos generalizar todos os casos. Que com a devida estimulação o sujeito tem capacidade de reduzir os danos causados pelo transtorno e melhorar na sua autonomia e capacidade de relação. O dia mundial da conscientização do espectro autista busca mostrar para as pessoas que o autista só tem uma forma diferente de ver o mundo e de se relacionar com ele do que as pessoas neurotípicas e o portador do TEA é sim um ser humano que merece respeito, consideração e oferta de vida digna.


Autora: Luiza Cozer - Psicóloga CRP: 08/23627


Espaço Notre

(41)99697-0117 / (41)99997-1395

©2019 by Espaço Notre. Proudly created with Wix.com